Siga-nos no Twitter   Siga-nos no Facebook   Siga-nos no Instagram



Representantes da ABECE, como os engenheiros Jefferson Dias de Souza Junior (presidente), João Alberto Vendramini (vice-presidente de Relacionamento), José Luis V.C.Varella (vice-presidente de Marketing), Fabricio Tomo (diretor de pré-moldados), Túlio Nogueira Bittencourt (diretor), José Martins Laginha Neto (diretor) e Augusto G. Pedreira de Freitas (membro do conselho), participaram, em 1º de dezembro de 2016, do jantar de confraternização da ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto), que reuniu empresários e profissionais da indústria de pré-fabricados, engenheiros, arquitetos, representantes de outras entidades setoriais e de instituições governamentais.

A economista Ana Maria Castelo (da FGV - Fundação Getúlio Vargas) fez uma apresentação dos dados setorias "O que esperar para 2017?". Ela foi a coordenadora da pesquisa elaborada, aplicada e analisada pelo IBRE/FGV (Instituto Brasileiro de Economia da FGV) por encomenda da ABCIC, entre julho e agosto de 2016, que resultou no Anuário 2016 da entidade lançado durante o evento.

A pesquisa constatou que as empresas de estruturas pré-moldadas de concreto devem repetir em 2016, pelo terceiro ano consecutivo, um declínio da produção em razão do contexto negativo que afeta toda indústria da construção.

A Sondagem de Pré-Fabricados de Concreto de 2016 detectou declínio de 12,7% na produção em 2015 na comparação com 2014, alcançando 904.570 m3, resultando numa produção média de 22.063 m3 por empresa. Mostra ainda que o sentimento dos empresários do segmento se assemelha ao do setor da construção de forma geral, que aponta para nova queda em 2016, mas com projeção de aumento da atividade em 2017. Os dados fazem parte do Anuário 2016 da ABCIC que foi lançado durante o evento.
 
Os resultados da pesquisa refletem, de maneira geral, o cenário político e econômico extremamente difícil dos últimos dois anos – as incertezas políticas, a crise fiscal do Estado e a forte recessão, comprometendo a atividade das associadas da ABCIC em 2015 e também neste ano. As empresas reportaram também um aumento das dificuldades para a realização de investimentos em 2015 e 2016: para a maioria dos pesquisados, a política econômica e a carência de demanda foram destaques com maiores entraves. O estudo apontou ainda que questões de ordem financeira também passaram a ter mais importância para o empresário do segmento.

A sondagem da FGV também levantou os segmentos da construção civil onde foram utilizadas as estruturas pré-fabricadas de concreto e houve alterações no ranking na comparação com 2015. A área industrial foi apontada como principal destino das vendas de pré-fabricados, que assumiu a liderança, com participação de 19,9%. Obra em shopping centers, que liderava em 2015, passou para a segunda colocação, com uma participação de 17,4% - tinha ficado com 30,1% no ano anterior.

Premiação

O jantar de confraternização também contemplou a entrega do Prêmio Obra do Ano em Pré-Fabricados de Concreto, iniciativa da ABCIC que reconhece o empenho e a dedicação de todas as empresas e profissionais envolvidos com a construção industrializada de concreto.

O Shopping Morumbi Town, situado em São Paulo (SP), foi o vencedor da premiação. Um empreendimento da Gazit Brasil, o shopping conta com 30.800m² de área bruta locável (ABL), quatro pisos, 103 lojas, 20 quiosques e 1.400 vagas de estacionamento (6 andares). Planejado para oferecer o máximo de conforto e aconchego aos seus usuários, conta com um projeto arquitetônico de Antônio Dias Neto, do escritório Lopes Dias Arquitetura, que prioriza grandes átrios e a criação de praças internas, constituindo uma pequena cidade.

A obra apresentou grandes desafios tanto no contexto de engenharia como de arquitetura e de logística. A construção está situada em um terreno pequeno, com grande movimentação de veículos e pessoas, o que exigiu um planejamento minucioso e preciso para a montagem das estruturas. O projeto estrutural das lajes e dos painéis é de Marcelo Cuadrado Marin, já o projeto estrutural dos pilares e das vigas ficou sob a responsabilidade do eng. Cesar Pereira Lopes.  O fornecimento das estruturas de pré-fabricado de concreto ficou a cargo da Leonardi Construção Industrializada.

A Comissão Julgadora do Prêmio Obra do Ano em Pré-Fabricados de Concreto 2016 também selecionou duas obras como Destaque do Júri: o Centro Olímpico e as Arenas Cariocas 1, 2 e 3, no Rio de Janeiro. A primeira foi construída pelo Consórcio Tangran, Damiani e Igeg (CTDI), com fornecimento das estruturas pré-fabricadas de concreto pela Cassol Pré-Fabricados, projeto estrutural de Charles J.R Hipólito e Antonio Monteiro e projeto arquitetônico de Miriam Haddad Sayeg. Já as Arenas foram construídas pela Concessionária Rio Mais, estruturas de pré-fabricados fornecida pela CPI Engenharia, projeto arquitetônico de Celso Girafa e projeto estrutural de João Luis Casagrande.

Também foram conferidas Menção Honrosa a outros dois empreendimentos que se destacaram no uso de estruturas pré-fabricadas de concreto: Escola Senai São Caetano do Sul (SP), com projeto arquitetônico de Claudia Nucci Barone e Valério Pietraroia, projeto estrutural de autoria de Claudio Puga e estruturas pré-fabricadas fornecidas pela Spitaletti S/A Concreto Protendido; e o Shopping Carapicuíba (SP), com projeto estrutural de Marcelo Cuadrado Marin, projeto arquitetônico de Jayme Lago Mestieri e estrutura de pré-fabricado de concreto fornecida pela Leonardi Construção Industrializada.

Homenagem

Ainda no evento, o eng. Antonio Carlos Lima Pedreira de Freitas foi homenageado por seu comprometimento com a engenharia em nosso país e por sua dedicação ao desenvolvimento e disseminação do uso do sistema em estruturas pré-moldadas de concreto.

ABECE - Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1993, conj. 61 - São Paulo - SP - Fone: 11-3938-9400 - Fax: 11-3938-9407 - email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Produzido por www.arteinterativa.com.br