Siga-nos no Twitter   Siga-nos no Facebook   Siga-nos no Instagram   Siga-nos no Instagram   Siga-nos no Youtube

A ATP (Avaliação Técnica de Projetos) é um dos principais mecanismos para garantir segurança, durabilidade e qualidade técnica na construção de edificações, especialmente das grandes estruturas. 

É um procedimento técnico realizado ao longo de várias etapas de projeto, onde a empresa avaliadora analisa a estrutura concebida pela empresa projetista, trabalhando em conjunto e buscando que a estrutura projetada tenha plena capacidade resistente e bom desempenho estrutural.

Os processos de avaliação técnica são definidos em função da fase em que o projeto ou obra se encontra e, para cada uma destas fases, existem etapas e procedimentos especializados para avaliar o que já foi produzido e projetar alterações para o futuro.

Os passos necessários para realizar a ATP estão no documento “Recomendação ABECE 002:2015 - Avaliação Técnica de Projeto de Estruturas de Concreto”, resultante das discussões do Comitê Técnico de Avaliação Técnica de Projetos, constituído pela ABECE sob a coordenação dos engenheiros Augusto G. Pedreira de Freitas e Nelson Covas. 

O documento estabelece os procedimentos básicos desejáveis para avaliação técnica de projetos estruturais de concreto simples, armado e protendido, tomando como base as normas brasileiras vigentes e onde estas forem omissas, normas internacionais pertinentes, também vigentes. 

São definidos os tipos de avaliação técnica que poderão ser realizados, os procedimentos a serem adotados para a escolha do Avaliador Técnico, a relação entre o Avaliador Técnico e o Projetista Estrutural e as condições de aceitação das recomendações realizadas pelo Avaliador Técnico.

Para o eng. Luiz Aurélio Fortes da Silva, vice-presidente de Relacionamento da ABECE, membro do Comitê que elaborou o documento e instrutor de vários cursos promovidos pela entidade sobre o assunto, a ATP é um instrumento para tornar as edificações mais seguras, com maior durabilidade e menos possibilidade de erros. Foi recomendada desde a vigência da NBR 6118:2003 e indicada na revisão da norma em 2014 para todas as obras. 

O ideal é que o avaliador seja contratado e atue desde o início do projeto. “É sempre recomendável trabalhar junto com o projetista durante o desenvolvimento de todas as fases de projeto. Em obras em andamento ou prontas, também é possível a realização das avaliações técnicas de projetos, sendo que nesta condição já se pode ter acesso a outros dados reais da obra, como as resistências dos ensaios de concreto, levantamentos de prumo de fachada, controle de deformações de fundações etc.”, explica o eng. Luiz Aurélio.

“É de fundamental importância que a responsabilidade técnica do projeto, no aspecto da legalidade, seja do autor do projeto, que deve recolher a ART da elaboração do projeto. O avaliador é responsável apenas pela avaliação do projeto e, para isso, deve recolher a ART de avaliação técnica estrutural”, complementa.

Um projeto estrutural só tem a ganhar com a harmonia entre profissionais que estão seguros de seus papéis nesse processo e com conhecimento das recomendações propostas pela norma e pela ABECE.

Consulte o documento “Recomendação ABECE 002:2015 - Avaliação Técnica de Projeto de Estruturas de Concreto” http://www.abece.com.br/pdf/Recomendacoes_para_a_atividade_de_Avaliacao_Tecnica-de-Projetos.pdf e conheça tudo sobre ATP. 

 

ABECE - Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural
Av. Queiroz Filho, nº 1700 – casa 80 – Condomínio Villa Lobos Office Park – Vila Hamburguesa – CEP: 05319-000 - São Paulo - SP
Fone: 11-3938-9400 - email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Produzido por www.arteinterativa.com.br