Ligue Agora: 
55 11 3938-9400

Área Restrita do Associado

Notícias

Geriatria nas Estruturas de Concreto Armado e Obras d`Arte Idosas

O eng. Carlos Henrique de Carvalho foi o convidado do bate-papo on-line promovido pela ABECE, por intermédio da Regional Aracaju, em 27 de julho de 2022, para abordar o tema “Geriatria nas Estruturas de Concreto Armado e Obras d`Arte Idosas”.

Engenheiro Civil pela UFBA (Universidade Federal da Bahia), Doutor em Ciência e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Sergipe, Mestre em Engenharia da Produção pela UFBA, o palestrante é inspetor de estruturas de concreto e responsável técnico da Construtora Carvalho, de Aracaju (SE).

Projetou mais de 100.000 m² de área construída, tais como Usina de Açúcar São José do Pinheiro/Laranjeiras/SE, Fiação e Tecelagem Nortista S/A, Fábrica de Tecidos Sergipe Industrial S/A, Supermercado Paes Mendonça/Aracaju/SE, ampliações na Fábrica Confiança/Aracaju/SE e Fábrica de Tecidos em Neópolis/SE, Edifício-sede do SENAI/SE; Edifício Oscar Niemayer (14 pavimentos), Condomínio Mansão Vale dos Lagos (duas torres de 12 pavimentos) e dezenas de casas residenciais e galpões comerciais.

Para abordar o assunto da live, o eng. Carvalho se embasou, principalmente, na geriatria das estruturas de concreto protendidas sergipanas. Na introdução ao tema, expôs os conceitos dos termos geriatria e gerontologia e enfatizou: “A gerontologia está para a ciência Patologia das Construções assim como a geriatria estaria para as Manifestações Patológicas construtivas”.

Para exercer a função de um inspetor de estruturas, mostrou um panorama de perícia, apresentando todas as justificativas jurídicas e técnicas, ressaltando a necessidade de garimpar anomalias nos componentes estruturais idosos ou não.

“É muito importante ter competências multidisciplinares da Engenharia Civil, principalmente em estruturas idosas degradadas pelo uso e pelo ambiente agressivo”, salientou.

Por intermédio de vários cases, apresentou considerações de reações químicas, corrosão, projeto de durabilidade, além de ensaios e sugestões nas inspeções de obras idosas.

Para finalizar, o palestrante apresentou como sugestões conclusivas de seus estudos: aditar, na legislação estadual atual de inspeções prediais, a obrigatoriedade de certificado de interdisciplinaridade profissional na área da Engenharia Civil Estrutural e Engenharia de Corrosão; criar-se, com apoio do CREA/SE e promovida por universidade pública local, uma residência tecnológica em Geriatria das Estruturas; certificar o profissional com capacitação pelo residência tecnológica pública e habilitação profissional pelo CREA/SE.

O evento reuniu dezenas de interessados que assistiram à exposição do convidado e participaram do debate intermediado pelo eng. Adelson Rios, diretor da Regional Aracaju.

A live está disponibilizada no Canal da ABECE no Youtube. Para conferí-la, basta acessar https://www.youtube.com/watch?v=Md-ZOMtLwJU .

Últimas Notícias