Siga-nos no Twitter   Siga-nos no Facebook   Siga-nos no Instagram   Siga-nos no Instagram   Siga-nos no Youtube


Com recorde de público (cerca de 320 participantes), a ABECE promoveu, nos dias 27 e 28 de outubro de 2016, em São Paulo (SP), o ENECE 2016 - 19º Encontro Nacional de Engenharia e Consultoria Estrutural.
 
Com um tema muito atual, Sinergia na Engenharia – o futuro necessário, o evento reuniu especialistas em projetos estruturais, fundações, ventos e construção para enfatizar a necessidade de integração de todas as interfaces da engenharia para o bem de um futuro promissor para o setor.

Foram dois dias de intensa programação que, além de ciclos de palestras, contemplou, no encerramento do primeiro, a entrega do Prêmio Talento Engenharia Estrutural, revelando os vencedores da décima quarta edição da premiação promovida pela ABECE e pela Gerdau.

Posse da nova diretoria

A cerimônia de abertura do Encontro, na manhã do dia 27, contou com representantes de entidades parceiras, como Iria Lícia Oliva Doniak, presidente executiva da ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto), Hugo Rodrigues, diretor de Comunicação da ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland), Carolina Fonseca, gerente executiva do CBCA (Centro Brasileiro da Construção em Aço), Júlio Timerman, presidente do Ibracon (Instituto Brasileiro do Concreto), Jorge Batlouni, (vice-presidente de Tecnologia e Qualidade do Sinduscon-SP (Sindicato da Construção Civil de São Paulo) e Carlos Roberto Soares Mingione, presidente da Regional São Paulo do Sinaenco (Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva), que compuseram a mesa ao lado do então presidente da ABECE eng. Augusto G. Pedreira de Freitas.

Eleita para o biênio 2016-2018, a nova diretoria da ABECE foi empossada pelo conselheiro da entidade, eng. Valdir Silva da Cruz, e ficou assim composta: Jefferson Dias de Souza Junior (presidente), João Alberto de Abreu Vendramini (vice-presidente de Relacionamento), Enio Canavello Barbosa (vice-presidente de Tecnologia e Qualidade), José Luiz V.C.Varela (vice-presidente de Marketing) e os diretores Claudio Adler, José Martins Laginha Neto, Leonardo Braga Passos, Luiz Aurélio Fortes da Silva, Ricardo Borges Kerr, Roberto Dias Leme, Thomas Garcia Carmona e Túlio Nogueira Bittencourt.

O novo presidente da ABECE, eng. Jefferson Dias de Souza Junior, agradeceu a maciça presença de profissionais do setor e estudantes ao evento e enfatizou a importância do encontro para os engenheiros estruturais, ressaltando que dará continuidade ao programa da gestão anterior fortalecendo as ações já implementadas e procurando atender aos anseios futuros. “Diferentemente do que ocorre em outras áreas, numa época de exclusivismo e de pessoas que pensam somente em si, a ABECE procura dar exemplo inverso, pensando no conjunto da categoria”, reforçou.

Cases são destaque em palestras

Muito elogiada por todos os presentes, a palestra que abriu a programação do ENECE foi proferida pelo eng. Raimundo Calixto de Melo Neto, que abordou o tema “Estruturas metálicas e de vidro – uma abordagem no conceito BIM”.

Sua apresentação demonstrou as aplicações das duas estruturas, enfocando também as crescentes possibilidades da utilização do conceito BIM. Ele citou vários exemplos da combinação das estruturas com esta tecnologia, indicando, inclusive, um mercado novo e muito interessante sobre a utilização do vidro como sistema estrutural.

Exemplo prático sobre a importância e os benefícios da sinergia entre as áreas da engenharia é o Edifício 432 Park Avenue, o maior arranha-céu residencial do Ocidente localizado no centro de Manhattan, New York (EUA).

Originalmente proposto para ter 396 m em 2011, a estrutura chegou a 425 m. A construção começou em 2012 e foi concluída em 23 de dezembro de 2015. Seus números impressionam: 115 apartamentos, 47.402 m3 de concreto, 13.000 t de aço reforçado, 1.850 janelas, 9,6 km de trilho de elevador que atinge uma velocidade de 487 m por minuto.

Sua concepção estrutural, construção e também como foram feitos os estudos de vento e sua interação com o projeto arquitetônico fizeram parte da apresentação dos convidados especiais Jon K. Galsworhy (diretor da RDWI, uma das maiores empresas de túnel de vento e responsável por grande parte destes estudos em edifícios altos e super altos no mundo) e Gustavo de Oliveira.

Na sequência de palestras, os engenheiros Rafael Timerman e Daniel Guirardi demonstraram o trabalho pormenorizado da Engeti Consultoria e Engenharia com base em dados, conclusões e recomendações do IPT (Instituto de Pesquisa Tecnológica), para a recuperação da Ponte Pênsil de São Vicente, ressaltando as dificuldades encontradas e as soluções adotadas para a substituição dos tirantes da ponte.

Outro case exemplar foi o do Edifício Concórdia Corporate (Belo Horizonte/MG), apresentado pelos engenheiros Paulo Bedê, Pedro Donnard e Alexander Galvão Martins.

O projeto estrutural, modelagem, análise, dificuldades e desafios e como a integração com a obra, suas definições e soluções construtivas incorporadas ao projeto contribuíram com o resultado, foram minuciosamente detalhados.

Cada palestrante apresentou suas experiências e dificuldades geradas durante a concepção do projeto estrutural e realização da obra, demonstrando uma grande sinergia entre o projeto e o empreendimento.
Um trabalho sobre a capacidade de realização da engenharia brasileira no setor eólico, que está avançando no país com a disseminação de diversos parques eólicos no Sul, Norte e Nordeste, foi o foco das exposições dos engenheiros Minoru Onishi e Péricles Brasiliense Fusco, que abordaram os métodos de detalhamento e os processos executivos de torres eólicas com alturas superiores a 100 m.

A evolução das normas

A programação do ENECE 2016 prosseguiu na manhã do dia 28 de outubro. O eng. Carlos Eduardo Emrich Melo abriu os trabalhos apresentando um breve resumo da revisão da Norma ABNT 9062 de estruturas pré-fabricadas.

A evolução da revisão da norma de cargas, ABNT NBR 6120, foi tema da palestra do eng. João Alberto de Abreu Vendramini, que mostrou as diversas e intensas modificações que esta Norma irá sofrer.

Na sequência, o eng. Cláudio Adler apresentou os trabalhos da Recomendação Fluxo de Desenvolvimento de Projeto de Edifícios e Atendimento à Obra e todos os presentes receberam a quarta recomendação da ABECE.

A quarta palestra, ministrada pelo eng. Marco Carnio, trouxe como foco o concreto reforçado com fibras. O palestrante falou sobre a criação dos quatro comitês de normas sobre a utilização de fibras adicionadas ao concreto e também a utilização de fibras para reforço externo de elementos estruturais.

Para finalizar o programa do evento, os engenheiros Sergio Stolovas e Sérgio Pinheiro versaram sobre o tema “Interação entre Engenheiros de Estruturas e Laboratórios de Túnel de Vento mediante a incorporação do Método HFPI Brasileiro”.

O conteúdo das palestras apresentadas, em pura sintonia com a temática do evento, superou a expectativa dos presentes, que, durante os intervalos para coffee break e almoço, elogiavam as abordagens que haviam acabado de acompanhar.

Para o novo presidente da ABECE, eng. Jefferson Dias de Souza Junior, o ENECE foi favorecido, neste ano, “pelo bom astral dos participantes durante todo o evento, independentemente do elevado nível técnico das palestras”.

“Houve importante interação entre os engenheiros das mais diversas localidades do país. O tema escolhido, sinergia, se manifestou tanto na área técnica quanto no relacionamento pessoal”, destacou.

Veja as apresentações 

Confira as imagens do evento

ABECE - Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural
Av. Queiroz Filho, nº 1700 – casa 80 – Condomínio Villa Lobos Office Park – Vila Hamburguesa – CEP: 05319-000 - São Paulo - SP
Fone: 11-3938-9400 - email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Produzido por www.arteinterativa.com.br