Siga-nos no Twitter   Siga-nos no Facebook   Siga-nos no Instagram   Siga-nos no Instagram   Siga-nos no Youtube   icone whats

A estrutura de concreto do Estádio Nacional de Brasília e seu comportamento dinâmico, a tensoestrutura de sua cobertura e a conservação da ponte Juscelino Kubitschek assistida por monitoração são temas a serem abordados no tradicional encontro mensal que será realizado pela ABECE, em Brasília (DF), no dia 26 de fevereiro de 2014, com transmissão on-line para todos os interessados por intermédio das regionais da entidade.

Sob a coordenação do diretor regional de Brasília, eng. Carlos Henrique Linhares Feijão, o encontro contará com os seguintes palestrantes: engenheiros Arthur Luiz Pitta Junior ,eng. Maurício Chivante e João Paulo Ariano Pitta (A estrutura de concreto do Estádio Nacional de Brasília e seu comportamento dinâmico) e Pedro Afonso de Oliveira Almeida (A tensoestrutura da cobertura do Estádio Nacional de Brasília – projeto e montagem), sendo que este último também falará sobre a conservação da ponte JK assistida por monitoração.

Uma das sedes escolhidas para a Copa do Mundo no Brasil, em junho de 2014, o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, também conhecido como Estádio Nacional Mané Garrincha, Arena Mané Garrincha ou simplesmente Mané Garrincha é um estádio de futebol multiuso que, após as reformas de 2010-2013, aumentou sua capacidade para 72.788 pessoas, tornando-se o segundo maior estádio do Brasil e um dos maiores da América.

Projetado pelo escritório paulista ETALP, sob a direção do eng. Arthur Luis Pitta, o Estádio chama atenção pela grandeza da estrutura de concreto e pela enorme esbeltez dos pilares de concreto armado de 1,2 m de diâmetro que sustentam o anel de compressão da cobertura. Ambas as estruturas serão abordadas nas palestras programadas no encontro mensal da ABECE.

Já a Ponte Juscelino Kubitschek, também conhecida como Ponte JK - que liga o Lago Sul, Paranoá e São Sebastião à parte central de Brasília, através do Eixo Monumental, atravessando o Lago Paranoá - foi eleita, em 2003, como a ponte mais bonita do mundo pela Sociedade de Engenharia do Estado da Pennsylvania (EUA).

A obra é um exemplo de arrojo arquitetônico que se destaca por seus três arcos assimétricos que dão a ideia de uma pedra quicando sobre o espelho d`água. A estrutura da ponte tem quatro apoios com pilares submersos no Lago Paranoá e os três vãos de 240 m são sustentados por três arcos assimétricos e localizados em planos diferentes, com cabos tensionados de aço colocados em forma cruzada, o que geometricamente faz com que os cabos formem um plano parabólico. Os detalhes sobre sua conservação, assistida por monitoração, serão apresentados na última palestra do encontro mensal.

As vagas para o evento são limitadas e as inscrições podem ser feitas no endereço http://site.abece.com.br/index.php/fichas-de-inscricoes .

O encontro mensal acontece às 18h30 no próprio Estádio Nacional de Brasília, que fica no Eixo Monumental, Tribuna de Honra, 1º andar – Brasília - DF. Para acompanhar a apresentação ao vivo, aberta às regionais e associados correspondentes, basta entrar em contato com os diretores regionais por intermédio do endereço http://site.abece.com.br/index.php/regionais .

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3938-9400 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

ABECE - Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural
Av. Queiroz Filho, nº 1700 – casa 80 – Condomínio Villa Lobos Office Park – Vila Hamburguesa – CEP: 05319-000 - São Paulo - SP
Fone: 11-3938-9400 - email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Produzido por www.arteinterativa.com.br