Ligue Agora: 
55 11 3938-9400

Área Restrita do Associado

Notícias

O que mudará com a nova NBR 6118?

fev/23-

Depois de ter passado recentemente pelo processo de consulta nacional, o projeto de revisão da ABNT NBR 6118 – Projeto de Estruturas de Concreto está sendo preparado pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para publicação e, assim que isto acontecer, a nova norma cancelará e substituirá, por completo, a versão de 2014, ainda em vigência.

Coordenada pela CE-002:124.015 – Comissão de Estudo de Estruturas de Concreto – Projeto e Execução do Comitê Brasileiro da Construção Civil (ABNT/CB/02), a nova versão da Norma manteve a base de 2014; isto é, a sua abrangência e as suas seções continuam as mesmas. Ao todo, foram debatidas 182 sugestões nas plenárias, dentre as quais 134 foram aprovadas.

“A grande maioria das novidades consiste na introdução de textos e figuras, certas vezes com a imposição de limites, cujo objetivo é esclarecer como os procedimentos e requisitos devem ser considerados nos projetos estruturais de forma correta. Não há alterações significativas nas metodologias e formulações atuais, com exceção para concretos de alta resistência, em que foi introduzido um novo coeficiente de fragilidade, baseado no código-modelo europeu. Há também um novo diagrama para análise estrutural não-linear, pequenos ajustes e melhorias na parte de fadiga etc.”, explica o eng. Alio Kimura, diretor-adjunto de Normas Técnicas da ABECE e secretário da Comissão.

Segundo a eng. Suely Bueno, diretora de Normas Técnicas da ABECE e coordenadora da Comissão, “essa revisão demonstra os sinais de maturidade do texto atual. Porém, isso não significa que não há mais trabalho pela frente; pelo contrário, a Comissão de Estudos continuará se reunindo e outras novidades poderão surgir em futuras emendas em breve”.
Para ela, a revisão dessa Norma é sempre necessária, pois trata de um assunto (projeto de estruturas de concreto) que está em constante evolução tecnológica, seja nas pesquisas, como nas aplicações práticas; seja no desenvolvimento de recentes metodologias, como novos materiais.

“Além disso, por ser uma norma que envolve a segurança e o conforto dos usuários das construções de concreto, é fundamental que ela seja revisitada, atualizada e melhorada, de forma contínua e paulatina”, ressalta.

Por esta razão, logo após a publicação da NBR 6118:2023, está prevista a continuidade dos trabalhos pela Comissão de Estudos com a realização de reuniões ao longo do ano para debater algumas propostas de melhorias recebidas durante o processo de consulta nacional, que serão analisadas com a devida atenção, podendo, se aprovadas, serem publicadas em futuras emendas.

“Cabe destacar, também, que o Brasil mantém sua participação ativa em diversos comitês de normas internacionais, como os do ACI (American Concrete Institute), da fib (Fédération Internationale du Béton) e da ISO (International Organization for Standardization), todos com representação da ABECE e do Ibracon, o que faz com que a norma brasileira esteja sempre atualizada com as novidades que estão sendo introduzidas em outros países”, destaca o eng. Alio.

 

Últimas Notícias

plugins premium WordPress